Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

closetdaytoday

closetdaytoday

Irresistível a qualquer idade #2

 

 "Ninguém é jovem após os 40 anos. Mas pode-se ser irresistível a qualquer idade", a frase de Coco Chanel é o mote da presente rubrica. Se na anterior apresentei Carine Roitfeld, a eleita de hoje é Julianne Moore. Daqui a pouco será, provável e merecidamente, a vencedora na sua categoria na 87th Academy Awards Oscar, pela sua participação brilhante em Still Alice. Assim espero.

 

405bdcd4d7d479c6b515bf49242cb7ec_large.jpeg

Diapositivo2.JPG

julianne-moore-reed-krakoff-bag.jpg

2039-looking-at-julianne-moore-it-s-hard-620x0-2.j

 

Julianne Moore,

nasceu em 3 de dezembro de 1960,

nacionalidade norte-americana,

actriz.

 

LOB

   

   Jessica AlbaLily Collins, Jennifer Lawrence, Gwyneth Paltrow, Olivia Palermo, entre outras celebridades e it girls já aderiram ao LOB ou Long Bob. Ele não é tão curto quanto o Bob, mas é igualmente charmoso. O corte must do momento é de base recta, mais geométrico, porém as pontas podem ser levemente descompensadas. Com risco lateral o LOB fica mais charmoso, mas poderá optar por risco ao meio. O comprimento é pela altura do ombro, para manter o comprimento ideal deverá ir com regularidade ao cabeleireiro. O LOB é tendência e veio para ficar.

 

 

 

olivia-palermo-by-andrew-yee-for-marie-claire-spai

 

| Olivia Palermo |

 

 

 

lob3.jpg

 

 | Gwyneth Paltrow |

 

 

 

95cbfb2f5e5bdf3b6888bb78ecf8b411.jpg

 

| Lily Collins |

 

 

 

 

IMG_0290.JPG

 

Por aqui, avizinha-se um corte de cabelo nos próximos dias,

terei coragem para arriscar e 

aderir ao corte must !?

Pegada portuguesa

 

   Quem não é apaixonada por calçado que se acuse. Parece que ninguém se acusou. E se acusou digo-lhe que se apaixonará pela marca Green Boots, calçado de alma lusa e com preocupações ecológicas e ambientais. A marca reinventa as típicas botas em pele e sola de pneu criadas nos anos 50 pelo sapateiro português José Rodrigues Serrazina. As solas são feitas de pneus ou outro tipo de borracha reciclados, o isolamento é feito com reaproveitamento de pedaços de cortiça, os interiores são em algodão e é usado, ainda, cabedal (produto biodegradável e natural). O espírito inovador e jovem em contraste com a tradição levou ao fabrico de modelos modernos, personalizados e práticos.

   A confecção é manual, demorando cerca de 4 horas a confeccionar cada par "tal como nos anos 50, sem pressas e com o mesmo espírito e dedicação que formou o carácter deste produto...". O processo de criação desenrola-se na "fábrica original, com as máquinas da época, com as mãos sábias de artesãos de longa data". 

 

 

greenboots001.jpg

green-boots-tree.gif

10551656_508419902635110_5546445591033353170_o.jpg5202296_orig.jpg

 

Green Boots,

calçado português.

 

 

 

BACK GLADIATOR SANDALS

 

   "A moda é cíclica!", "Guarda, voltará a usar-se!", frases que já pronunciou ou ouviu. É verdade, a moda é cíclica e tudo se volta a usar. Com uma imagem revigorada, com mais ou menos detalhes, as peças de vestuário e calçado vão e voltam ao sabor das tendências de cada estação.  Aqui já falei de um regresso, mas parece que não vem só e, nesta estação, há um outro:  GLADIATOR SANDALS. 

 

 

Diapositivo2.JPG

 

 

image.jpg

 

Lookbook,

Zara Spring Summer 15

 

Fun facts about fashion #4

 

  O modelo composto por duas peças foi criado em 1946 por Louis Réard,

engenheiro mecânico francês.

 

Louis-Reard-bikini.jpgBastidores da foto do primeiro bikini.

 

 

   A apresentação da peça criada por Louis Réard aconteceu cinco dias depois da detonação da primeira bomba atómica dos Estados Unidos da América (EUA) na ilha Atol de Bikini, local de teste nuclear americano, onde várias bombas eram explodidas. Assim, Louis Réard deu o nome da ilha à sua invenção por considerar que seria um facto tão explosivo quanto uma bomba. 

 

 

   Sabia que...

 

   O pedaço de pano foi, durante muitos anos, considerado escandaloso e a sua utilização foi proibida pelo Papa Pio XII no final da Segunda Guerra Mundial por atentar contra os padrões seguidos pela igreja.

 

 

   E ainda que...

 

 Um projecto tão escandaloso que, apenas, uma dançarina chamada Micheline Bernardini, aceitou fotografar a novidade.  Recebendo mais de 50 mil cartas de fãs da peça.

 

 

(Fonte: Wikipédia)